Não deixe de brilhar?

“Era uma vez uma cobra que perseguia um vaga lume, que nada lhe fazia.
Ele fugia rápido com medo da feroz predadora e a cobra nem pensava em desistir.
Fugiu um dia, dois dias, mais outro e nada.
No quarto dia, já sem forças, o vaga lume parou e disse à cobra:
– Posso fazer-lhe três perguntas?
– Pode. Não costumo abrir esse precedente para ninguém, mas já que vou te devorar, pode perguntar.
– Pertenço à sua cadeia alimentar?
– Não.
– Te fiz alguma coisa?
– Não.
– Então, por que você quer me comer?
E a cobra respondeu:
 Porque eu NÃO suporto ver você BRILHAR…

Brilhar, destacar-se, fazer a diferença pode despertar alegria em alguns, bem como ciúme, inveja e até perseguições… Mas independente do que seu brilho desperta, não deixe de brilhar!

Edson Oliveira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *