O profeta Miquéias, no capítulo 7, versículos 5 e 6 faz este alerta: “Não confies em colega, não contes com amigos, nem mesmo com aquela que dorme contigo. Guarda-te de abrir a boca! Porque o filho trata seu pai de louco, a filha levanta-se contra sua mãe, a nora contra sua sogra; e os inimigos são os da própria casa. Eu, porém, volto meus olhos para o Senhor, ponho minha esperança no Deus de minha salvação”. E este alerta baseia-se no versículo 2 do mesmo capítulo 7: “Desapareceram os homens piedosos da terra, não há quem seja íntegro entre os homens”.

As pessoas, até mesmo os mais íntimos, como pai, mãe, esposo, esposa, filhos… Nos decepcionarão. Por vezes nos sentiremos traídos, ofendidos, rejeitados… E assim nos sentimos, porque demasiadamente depositamos a confiança nas pessoas. O profeta Miquéias não prega que nos isolemos das pessoas, mas sim, que elas não se tornem o sentido da nossa vida. Que não criemos expectativas, que não fixemos o olhar nas pessoas… “Eu, porém, volto meus olhos para o Senhor, ponho minha esperança no Deus de minha salvação”.

Quando fixamos os olhos nas pessoas, facilmente veremos só defeitos, daí vem a raiva, a mágoa, o rancor… Quando fixamos os olhos em Deus, Sua presença em nós, nos capacita a amar, perdoar, não julgar, nem condenar…

Edson Oliveira

DEIXE SEU COMENTÁRIO!