Durante minha oração hoje, 25/12/16 (Natal), rezei com o versículo 7, do capítulo 7 do livro de Tobias, que diz assim: “Abençoado sejas, meu filho, porque és filho de um homem de bem!” Esta fala é de Raguel, pai de Sara, que se tornou esposa de Tobias, filho de Tobit. E de fato, Tobit foi um homem exemplo, foi um homem de bem para o seu filho Tobias.

Recebeu Tobias, como prova desta promessa, três bênçãos: Bênção espiritual (a Fé) – Bênção Familiar (casar-se com Sara) – Bênção material (recebeu metade dos bens do pai de Sara e um documento para que após a morte deste, ele e Sara ficassem com a outra metade). Rezei então, para que Deus me desse a Graça de ser um homem de bem para os meus filhos, como Tobit foi para seu filho Tobias e assim fossem a exemplo de Tobias, também abençoados com esta tripla bênção.

Ainda em minha oração, pensei em muitas características de um homem de bem e fui pesquisar o que seria ser um homem de bem. Achei muitas coisas boas, mas um texto me chamou atenção e o divido aqui com você:

“O homem de bem cumpre a lei, porque sabe que sem ela impera a anarquia.
O homem de bem respeita os compromissos assumidos, a palavra dada mais que o contrato assinado. Não trai sua consciência nem suas crenças.
O homem de bem trabalha duro e com determinação, pois isso lhe traz o sustento, o sentimento de pertencimento e de utilidade, a razão de levantar todo dia.
O homem de bem não transige com a maldade, a injustiça ou a mentira. E sabe que ninguém pode ser grande quando faz o outro se sentir pequeno.
O homem de bem dá com a mão direita sem que a esquerda saiba. Vive para deixar legado e não herança, pois sabe que é mais importante ser do que ter.
O homem de bem ensina pelo exemplo mais que pela palavra. E usa o poder só para beneficiar os outros.
O homem de bem é otimista, pois aprendeu que pessimismo é irmão da estagnação e inimigo de evolução.
Muitos homens de bem já morreram fisicamente para mostrar o caminho do bem. Mas com a certeza de que, se essa era a senda a seguir, foi Deus que para ela os direcionou.
Mas homens de bem não morrem, pois começam a viver na memória e no coração daqueles que com eles conviveram antes de sua partida.
O homem de bem, enfim, está entre nós. Basta prestar atenção, olhar para o lado, porque é maioria. Apenas está disperso, é humilde, envergonhado, tolerante e da paz.
Mas, é hora de unir-vos homens de bem”. Fonte: http://www.renatofollador.com.br/o-homem-de-bem/

Edson Oliveira

DEIXE SEU COMENTÁRIO!