Rezar mais para rezar melhor

Para aprender a rezar é preciso simplesmente rezar muito, saber recomeçar a rezar sem se cansar, mesmo se não há resposta imediata, mesmo se não há nenhum resultado aparente.

Uma vidente perguntou a nossa senhora: “Mãe, o que devemos fazer para rezar melhor?”. Nossa Senhora lhe respondeu: “Rezar mais! Quanto mais rezamos, mais vontade temos de rezar; quanto menos rezamos, menos vontade temos”.

Testemunho

Quando eu era bebê, fui tomado por uma anemia profunda e passei muitos anos combatendo esse problema; tenho ainda desagradáveis lembranças dessa luta. O problema é que, por ter anemia, não sentia vontade de comer; por que não comia, tinha anemia, e por ter anemia, não sentia vontade de comer; e porque não comia, tinha anemia… e assim por diante. O círculo não é só vicioso, mas fatal. O remédio era, querendo ou não, comer, comer e comer.

Lembro-me dos ovos crus e dos bifes de fígado crus, nada apetecíveis, mas os quais eu tinha de comer à força. Era preciso afastar a anemia. O remédio é alimentar-se ainda que forçosamente e, se temos pessoas que nos amam a nossa volta, elas devem nos obrigar a comer para a nossa salvação.

Para o mal de deixar a oração, não há outro remédio senão recomeçar. Precisamos sair da inércia e retomar o nosso relacionamento com Deus, ainda que não tenhamos gosto para já. As pessoas muito ativas ajudariam mais a Igreja, deixariam Deus mais satisfeito, além de darem um bom exemplo se gastassem, ao menos, a metade do tempo empregadas nas boas obras, em permanecer com Deus na oração.

Fonte: Portal cancaonova.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *