“Levavam os doentes deitados em suas camas para o lugar onde ouviam falar que Jesus estava”. Marcos 6, 54

O nosso tempo não difere do tempo de Jesus em diversos aspectos: Um deles, é o fato de que o povo hoje, como naquele tempo, ao ouvirem dizer que Jesus estava em determinado lugar, iam atrás e levavam consigo seus necessitados e necessidades.

Mas… diferentemente de hoje, naquele tempo, verdadeiramente era Jesus. As pessoas iam de fato a Ele pessoalmente. Hoje, nem sempre vão até Jesus. A busca pela cura, por um milagre, por uma solução, leva muitos ao desespero de irem a qualquer lugar, a qualquer pessoa…

E como saber se de fato se naquele lugar ou naquela pessoa Jesus está? Obviamente, o critério não deve ser o fato de muita gente estar indo lá; também não pode ser critério os supostos “depoimentos”. Um bom critério é a pessoa e o lugar em si. A história. O testemunho de vida. Outra coisa importante: A Igreja confirma aquele lugar, aquela pessoa?

Edson Oliveira