Livres da hipocrisia

“Hipócritas! Cada um de vós não solta do curral o boi ou o jumento, para dar-lhe de beber, mesmo que seja dia de sábado? Esta filha de Abraão, que satanás amarrou durante dezoito anos, não deveria ser libertada dessa prisão, em dia de sábado?” Lucas 13, 15-16

Jesus, com a palavra “hipócrita”, desmascara o chefe da sinagoga, que se mostrava indignado com uma cura realizada por Ele num dia de sábado. Portanto, aquele chefe da sinagoga, nada mais era do que alguém que fingia que vivia a Lei, pois o sentido maior da Lei deveria ser o amor a Deus e ao próximo, o que ele demonstrou que não tinha, ao criticar a cura de uma mulher num sábado.
A palavra hipócrita vem do grego hypokrinein, que designava, na antiga Grécia, os atores de teatro, pois durante as apresentações eles fingiam ser outras pessoas.

E o que eles faziam no palco era uma “hipocrisia”, que significava “fingimento”. Com o tempo, hipócrita passou a indicar qualquer pessoa falsa ou fingida, e foi com esse sentido que entrou na língua portuguesa, por volta do século XIV.

Hipócrita, é portanto, toda pessoa que finge, que representa um papel, diferentemente daquilo que ela é de fato.

Deus nos livre e proteja da hipocrisia! Que no trabalho, em família, nas relações de forma geral sejamos autênticos!

Edson Oliveira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *