A coragem de enfrentar a si mesmo e não agir por impulso.

“Naquele tempo, Jesus entrou de novo na sinagoga. Havia ali um homem com a mão seca. Alguns o observavam para ver se haveria de curar em dia de sábado, para poderem acusá-lo. Jesus disse ao homem da mão seca: ‘Levanta-te e fica aqui no meio!’ E perguntou-lhes: ‘E permitido no sábado fazer o bem ou fazer o mal? Salvar uma vida ou deixá-la morrer?’ Mas eles nada disseram. Jesus, então, olhou ao seu redor, cheio de ira e tristeza, porque eram duros de coração; e disse ao homem: ‘Estende a mão’. Ele a estendeu e a mão ficou curada”. Marcos 3, 1-5

O texto acima, mostra um momento inusitado de Jesus. Note que, no versículo 5, diz que “Jesus, então, olhou ao seu redor, cheio de ira e tristeza“. Num primeiro momento, pode soar estranho, Jesus estar cheio de ira e tristeza. Porém, aqui se revela o Jesus que além de Deus, é homem. E como homem, vê-se envolto por esta realidade, onde a carne, ou seja, a vontade e os sentimentos humanos transbordam. E nesta hora, o que faz a diferença, é não se deixar conduzir pela carne, pela vontade humana. 

Também conosco não é diferente; estamos envoltos por essa realidade da carne, da vontade humana que grita em nós, diante daquilo que, de alguma forma, não concordamos, nos contraria ou contraria nossos valores. É preciso esforço e coragem para enfrentar-se a si mesmo e não agir por impulso. Pois na maioria das vezes, não temos inimigos externos. Nós mesmos, com nossos impulsos da carne, somos nossos inimigos, quando agimos a partir da ira, da tristeza, da decepção. Silenciar diante desses sentimentos, pode não ser fácil, mas é salutar. Pois somente quando estamos de cabeça fria, temos como analisar, avaliar e reagir.

Há uma oração que faço diariamente ao acordar, que passo a você. Tem me ajudado. Pode ser que lhe ajude. Ela é do Santo, São Pedro de Alcântara: “Oh meu Deus, livra-me de mim mesmo, Amém!” Só isso…

Edson Oliveira

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *