Por que sou eu quem precisa mudar e ser melhor?

Ouvi uma pregação de Dom Alberto uma vez, citando uma outra pessoa que não me lembro, que se os bons fossem melhores, os ruins seriam bons! Se os melhores fossem excelentes, os bons seriam melhores, os ruins seriam bons e assim por diante. Em uma pregação antiga do Ricardo Sá, que sempre me vem à mente, podemos entender um pouco disso de forma concreta. A pregação chamava-se “quem tem que mudar sou eu”.

Sempre olhamos para o que nosso esposo, nossos filhos e amigos precisam melhorar, precisam mudar, mas, na verdade, quem tem de mudar somos nós, quem tem de melhorar somos nós.

Há alguma semanas, verifiquei uma situação familiar, que precisava da mudança do meu esposo com relação aos nossos filhos. Conversei com Deus, em oração, a respeito disso. Comece a rezar por ele, para que Deus o preparasse antes que eu partilhasse o que eu havia percebido. No primeiro dia que comecei a rezar nessa intenção, meu esposo veio falar comigo sobre uma situação que eu precisava mudar. Falou firme comigo, porque era uma situação que estava incomodando muito ele.

Ouvi, senti um pouco de raiva (afinal, eu é que ia falar com ele a respeito do que ele precisava mudar), mas fiquei em silêncio, pensei no que ele disse e, logo ao amanhecer o dia, dei os passos que ele pediu, caminhei com a minha mudança, e pasmem!, sem eu ter a conversa com ele que pensei em ter, ele ficou mais tranquilo, e o que ele precisava mudar, foi mudando, sem eu dizer uma palavra. A minha mudança deu a ele o que ele precisava para mudar.

Você precisa mudar em algo?

Talvez, na sua casa, na sua vida, você esteja pensando em situações que as pessoas ao seu redor precisam melhorar com urgência. E você? Precisa mudar em algo? Será que o jeito de tratar essas pessoas ao seu redor não as deixará com uma possibilidade maior para melhorarem também? Se não sabe, pergunte! Pergunte ao esposo, aos filhos, ou outros, se percebem que você precisa melhorar em algo. Às vezes, nós nos surpreendemos! Já me fiz essa pergunta!

Se eu e você melhorarmos, outros poderão melhorar também, e a cadeia de mudança e conversão vai crescer. Se uma ou outra pessoa não melhorar com a “sua melhora”, não desanime, quem sai ganhando em santidade, com certeza, é você. Mas em alguém essa melhora vai “respingar”.

Se os melhores forem excelentes, os bons serão melhores, os ruins serão bons e, então, estaremos mais perto do Céu, e levaremos outros conosco.

O que acha? Vamos tentar?

Fonte: portal cancaonova.com – Rosení Valdez Oliveira, missionária na Comunidade Canção Nova

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *