Por que fazer o bem a quem “não merece”?

Por vezes, o fato de fazermos o bem a quem julgamos não merecedor, nos dá a sensação de sermos tolos. E há também aqueles que nos vêm como tolos, quando agimos de forma gentil com pessoas que aos seus olhos não mereceriam tal tratamento. O fazimento do bem nos será incompreensível, enquanto cultivarmos a ideia de que quando fazemos o bem, o outro, merecedor ou não é o maior beneficiado. Tal ideia é que tem tornado as pessoas frias e distantes umas das outras.

Ao fazermos o bem, sobretudo aos “não merecedores”, tal bem retornará para nós; assim sendo, não é tolice fazer o bem. Esse ensinamento nos foi dado por Jesus no evangelho de São Mateus, capítulo 10, versículos 12 e 13: “Ao entrardes numa casa, saudai-a. Se a casa for digna, desça sobre ela a vossa paz; se ela não for digna, volte para vós a vossa paz”.

Portanto, fazer o bem a quem “não merece” é um ato de inteligência, que atrairá benefícios incalculáveis a quem o pratica.

Edson Oliveira

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *