O que corrompe o coração não é o dinheiro e sim a cobiça.

“Porque a raiz de todos os males é a cobiça do dinheiro. Por se terem deixado levar por ela, muitos se extraviaram da fé e se atormentam a si mesmos com muitos sofrimentos”. 1 Timóteo 6, 10

O conselho dado por São Paulo a Timóteo é para todos nós e muito atual. Há no ser humano, uma busca enorme por dinheiro, por reconhecimento e poder. Note bem que São Paulo não faz nenhuma crítica ao dinheiro. Inclusive, há pessoas que erroneamente, citam este versículo bíblico, esquecendo a palavra cobiça. Daí dizem que “a raiz de todos os males é o dinheiro”. Antes da palavra dinheiro, tem “cobiça”. Portanto, o correto é: “a raiz de todos os males é a cobiça do dinheiro”. Portanto, a palavra chave aqui é cobiça: “desejo imoderado de bens, riquezas, poder ou honras; ambição, avidez, concupiscência”.

Sendo assim, o que corrompe o coração e faz com que o ser humano deixe de pensar no outro não é o dinheiro e sim a cobiça. A cobiça pelo dinheiro, por um cargo, por uma pessoa, por poder, por status… cega e faz com que a pessoa que a tem, esteja disposta a tudo: roubar, trapacear, enganar, mentir e até matar, para conquistar seu intento.

Diante disso, sempre que desejar algo: dinheiro, cargo, função ou alguém, pergunte a você mesmo, o que está lhe movendo. Fica a dica!

Edson Oliveira

DEIXE SEU COMENTÁRIO!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *