É possível dialogar e conviver com quem pensa diferente?

Certa vez, o discípulo “João disse a Jesus: ‘Mestre, vimos um homem que expulsa demônios em teu nome. Mas nós lho proibimos, porque não anda conosco‘. Jesus disse-lhe: ‘Não o proibais, pois quem não está contra vós, está a vosso favor'”. Lucas 9, 49-50.

Tristemente, ainda hoje, vemos pessoas com a mesma mentalidade de João: Que pensa em anular quem pensa diferente e tem ideias contrárias. O fato de alguém pensar e se expressar politicamente, religiosamente ou de alguma forma diferente, tem feito com que pessoas agridam verbal ou mesmo fisicamente. Expor sua opinião, sua ideia é saudável. O que não é saudável é quando esta exposição vira imposição.

Dialogar e até mesmo conviver com quem pensa diferente, trás crescimento, nos questiona e de alguma forma é o que dará firmeza em nossas convicções, além de nos proporcionar uma oportunidade única de viver a essência do Cristianismo: amar.

Enfim, quem pensa diferente de nós, não é uma ameaça e sim, um grande auxílio, no sentido de amadurecermos nossas convicções.

Edson Oliveira

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *