A arte de saber renunciar

“Se alguém vem a mim e se não me ama mais que seu pai, sua mãe, sua mulher, seus filhos, seus irmãos, suas irmãs e até a sua própria vida, não pode ser meu discípulo”. Lucas 14, 26

A palavra “ama” neste versículo, está diretamente ligada a “renúncia“. Seria o mesmo que dizer: “Se alguém vem a mim e se não renuncia seu pai, sua mãe, sua mulher, seus filhos, seus irmãos, suas irmãs e até a sua própria vida, não pode ser meu discípulo”. Renunciar não é abandonar, nem desprezar.

De maneira equivocada, há quem viva em função de outra pessoa. Isso na prática é escravidão, dependência. Também há quem viva em função de um time, partido político, bens materiais, dinheiro…

Obviamente, podemos estar com as pessoas, torcer por um time de futebol, estar em partido político, possuir bens materiais, ganhar dinheiro… contato que, estas coisas não se tornem nossos “deuses”, não nos dominem. Se isso acontecer, é porque Jesus que é Deus e Senhor, já perdeu Seu lugar em nosso coração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *