O poder do acolhimento

“Aproximavam-se de Jesus os publicanos e os pecadores para ouvi-lo. Os fariseus e os escribas murmuravam: Este homem recebe e come com pessoas de má vida!” Lucas 15, 1-2

Jesus não despreza ninguém. Dava atenção a qualquer um que d’Ele se aproximava, mesmo sabendo que tais pessoas tinham uma “má vida”. Não era conivente com seus erros, mas também não os desprezava. Era justamente essa atitude que cativava as pessoas, fazia com que elas se aproximassem e mudassem de vida, como Madalena, Zaquel, Mateus e tantos outros.

O método de Jesus era mais trabalhoso. Sim, ter paciência em esperar o outro mudar, esperar o seu tempo não é fácil, mas é eficaz; pois uma pessoa quando é acolhida e se sente amada, é verdadeiramente transformada.

Edson Oliveira

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *