Em 2020 abençoe pessoas, situações, acontecimentos, lugares…

Não por acaso, a liturgia da Igreja trás como primeira leitura na Missa deste 1° do ano de 2020, a seguinte leitura bíblica: “O Senhor disse a Moisés: ‘Dize a Aarão e seus filhos o seguinte: eis como abençoares os filhos de Israel: O Senhor te abençoe e te guarde! O Senhor te mostre a sua face e conceda-te sua graça! O Senhor volva o seu rosto para ti e te dê a paz! E assim invocarão o Meu nome sobre os filhos de Israel e Eu os abençoarei‘”. Números 6, 22-27

A ordem clara que Deus dá a Moisés e a Aarão é para abençoar o povo que eles estavam conduzindo até a terra prometida. Etimologicamente, a palavra bênção, vem do Latim BENEDICTIO, “ato de abençoar” – BENE, “bem”, mais DICTIO, de DICERE, “dizer”. Ou seja, de bênção, temos o ato de abençoar, que significa DIZER BEM. Deus queria que Moisés e Aarão abençoassem o povo – que dissessem coisas boas.

Tal ordem de Deus se faz urgente em nossos dias. E porque não começar um novo ano como o firme propósito de abençoar pessoas, situações, acontecimentos, lugares… Certamente, se tivermos um propósito assim, muita coisa mudará, pessoas se transformarão, acontecimentos negativos se reverterão. Falo isso, sobretudo baseado neste comentário maravilhoso sobre o poder da bênção, contido no rodapé da Bíblia TEB (tradução ecumênica da Bíblia): “A bênção se funda na crença na eficácia da palavra. Pronunciar três vezes o nome de Deus, é dar nova atualidade à Sua aliança, às Suas promessas e às Suas exigências”.

Em 2020 abençoe – diga bem – fale bem de pessoas, situações, acontecimentos, lugares… Assim fazendo, você estará atualizando sobre o quê ou quem abençoar, a aliança com Deus, Suas promessas e Suas exigências.

Deus te abençoe!

Edson Oliveira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *