Que a aflição não nos domine

O livro do profeta Daniel, nos conta que, o rei Nabucodonosor, mandou erguer uma estátua para que fosse adorada como um deus. Tal ordem era para ser cumprida por todos. Três jovens, Sidrac, Misac e Abdênago, foram denunciados ao rei, por terem se recusado a prestar culto à imagem; sendo assim, “Nabucodonosor disse-lhes: É verdade, Sidrac, Misac e Abdênago, que recusais o culto a meus deuses e a adoração à estátua de ouro que erigi? Pois bem, estais prontos, no momento em que ouvirdes o som da trombeta, da flauta, da cítara, da lira, da harpa, da cornamusa e de toda espécie de instrumentos de música, a vos prostrardes em adoração diante da estátua que eu fiz?… Se não o fizerdes, sereis precipitados de relance na fornalha ardente; e qual é o deus que poderia livrar-vos de minha mão? Sidrac, Misac e Abdênago responderam ao rei Nabucodonosor: De nada vale responder-te a esse respeito. Se assim deve ser, o Deus a quem nós servimos pode nos livrar da fornalha ardente e mesmo, ó rei, de tua mão. E mesmo que não o fizesse, saibas, ó rei, que nós não renderemos culto algum a teus deuses e que nós não adoraremos a estátua de ouro que erigiste. Daniel 3, 14-18

O final desta história nos mostra que, os jovens Sidrac, Misac e Abdênago, foram jogados na fornalha de fogo, mas não foram queimados. Mantiveram-se firmes na fé, diante de uma ameaça tão terrível e foram milagrosamente salvos. O Deus de Sidrac, Misac e Abdênago é o mesmo de hoje. A exemplo deles, também nós vivemos cercados por terríveis ameaças. Hoje, assola a humanidade a pandemia do coronavírus. Momento de mantermo-nos firmes na fé, como fizeram Sidrac, Misac e Abdênago ainda que cercados de notícias ruins. Peçamos a Deus que não permita que a aflição nos domine, rezando: Creio em Deus Pai Todo-Poderoso, criador do céu e da terra. E em Jesus Cristo, seu único Filho Nosso Senhor, que foi concebido pelo poder do Espírito Santo, nasceu da Virgem Maria , padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado, desceu a mansão dos mortos, ressucitou ao terceiro dia, subiu aos Céus, está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso, donde há de vir a julgar os vivos e mortos. Creio no Espírito Santo. Na Santa Igreja Católica, na comunhão dos santos, na remissão dos pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna. Amém.

Edson Oliveira

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *