O silêncio fecundo diante do sofrimento…

O profeta Oséias mostra um Deus que fala ao coração dos homens como homem e assim, mostra-nos, que relacionar com Deus está plenamente ao nosso alcance, ao nos dizer: “Eis que eu a vou seduzir, levando-a à solidão, onde lhe falarei ao coração”. Oséias 2, 16

Não poucas vezes durante a vida, Deus se serve e se servirá de momentos de dor, de solidão e até mesmo dos nossos fracassos, para falar conosco, nos direcionar e nos oportunizar um recomeço. Por isso, quando a vida nos ofertar uma decepção, uma enfermidade ou mesmo uma perda humana ou material, longe de reclamar é preciso silenciar e escutar. O silêncio atrairá uma voz, que alguns a chamariam de acaso, de consciência, de universo… mas esta voz nada mais é, que a voz de Deus, que diante de um fato, ainda que negativo, faz dele uma seta para nos mostrar o caminho.

E por que Deus age desta forma? Para não nos tornarmos filhos mimados que erram e o pai vai lá e conserta as besteiras feitas. Assim sendo, diante da nossa rebeldia – que nos leva por maus caminhos – Ele nos ajuda a nos revermos, utilizando-se de males que nós mesmos atraímos sobre nós, para nos encaminhar no melhor caminho.

Edson Oliveira

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *