Corrigir alguém não é tarefa fácil…

O profeta Jeremias ouviu de Deus a seguinte ordem: põe-te de pé no átrio da casa do Senhor e fala a todos os que vêm das cidades de Judá, para adorar o Senhor no templo, todas as palavras que eu te mandei dizer. Não retires uma só palavra; talvez eles as ouçam e voltem do mau caminho, e eu me arrependa da decisão de castigá-los por suas más obras.A eles então dirás: Isto diz o Senhor: Se não vos dispuserdes a viver segundo a lei que vos dei, a escutar as palavras dos meus servos, os profetas, que eu vos tenho enviado com solicitude e para vossa orientação, e que vós não tendes escutado, farei desta casa uma segunda Silo e farei desta uma cidade amaldiçoada por todos os povos da terra”. Jeremias 26, 2-6

Mas diante desta mensagem, “os sacerdotes e profetas, e todo o povo presente ouviram Jeremias dizer estas palavras na casa do Senhor. Quando Jeremias acabou de dizer tudo e que o Senhor lhe ordenara falasse a todo o povo, prenderam-no os sacerdotes, os profetas e o povo, dizendo: ‘Este homem tem que morrer! Por que dizes, em nome do Senhor, a profecia: Esta casa será como Silo, e esta cidade será devastada e vazia de habitantes?’ Todo o povo juntou-se contra Jeremias na casa do Senhor”. Jeremias 26, 7-9

Corrigir alguém não é tarefa fácil, pois atrairá duas consequências: Você se tornará impopular, chato, carrasco e sabe-se lá o que mais… Também colecionará “inimigos”. Mas passar por isso é melhor que ser omisso. Se Jeremias não tivesse sido verdadeiro, não teria se tornado o grande profeta Jeremias, que vivendo entre 650 e 570 a.C. (antes de Cristo), ainda tem suas palavras ecoando em pleno ano de 2020 d.C. (depois de Cristo).

Falar a verdade em família, no trabalho, na Igreja tem um preço. É possível que você seja incompreendido, caluniado e até mesmo agredido, mas não carregará o peso de ter sido negligente. Agradar pessoas, falar o que atrai aplausos, elogios e mimos, pode fazer bem para o ego, mas torna medíocre a vida, o trabalho e a missão de quem os recebe.

Edson Oliveira

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *