A arte de corrigir com amor

“Como podes dizer a teu irmão: Irmão, deixa-me tirar o cisco do teu olho, quando tu não vês a trave no teu próprio olho? Hipócrita! Tira primeiro a trave do teu olho, e então poderás enxergar bem para tirar o cisco do olho do teu irmão”. Lucas 6, 42

Toda correção deve ser embasada no amor. Se assim não for, é moralismo ou arrogância por sentir-se melhor que o outro. Portanto, o princípio da correção é o amor. E o amor muitas vezes simplesmente se cala. Não é um calar de omissão, mas um calar de quem ama, um calar que “grita” ao outro que ele é importante e o faz sentir-se único e acolhido mesmo com suas misérias e justamente por isso, a pessoa percebe que está errada e decide mudar. Ou não era assim que Jesus agia e age?

Edson Oliveira

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *