Que o Senhor abençoe todas as crianças e as proteja do maligno”

Hoje, a Igreja Católica celebra a festa dos Santos Inocentes, que tem sua história contada no Capítulo 2 do Evangelho de São Mateus. Tudo começou com a chegada dos reis magos na cidade de Jerusalém. Eles chegaram lá seguindo a estrela que anunciava o nascimento do Messias. Os magos procuraram, a princípio, o rei Herodes, que vivia em Jerusalém, pensando encontrar o menino no palácio real. Mal sabiam eles, porém, que estavam se dirigindo a um grande inimigo do Messias.

Estes chamados Santos Inocentes, eram meninos com menos de dois anos nascidos no vilarejo de Belém, na mesma época do nascimento de Jesus. Eles foram mortos por ordem do rei Herodes, que temia que o Messias vivesse, chegasse à idade adulta e lhe roubasse o trono. Não se sabe o número desses pequeninos, mas sabe-se que eles morreram por causa de Jesus.

A festa de hoje também é um convite a refletirmos sobre a situação atual desses milhões de “pequenos inocentes”: crianças vítimas do descaso, do aborto, da fome e da violência. Rezemos neste dia por elas e pelas nossas autoridades, para que se empenhem cada vez mais no cuidado e no amor às nossas crianças, “pois delas é o Reino dos Céus”. Por estes pequeninos, sobretudo, é que nós cristãos aspiramos a um mundo mais justo e solidário.

Recordo aqui, o que foi dito pelo Papa Francisco na audiência geral em 08/04/2015: “as crianças muitas vezes são as primeiras vítimas dos problemas familiares, dos conflitos, das guerras e das perseguições”. E completou com uma frase que podemos transformar em súplica a Deus:

“Oremos por todas as crianças que sofrem, pedindo ao Senhor que as proteja de todo mal, que desperte as consciências adormecidas e que converta os corações de pedra, para que nunca falte amor e cuidado a nenhuma criança do mundo. Que o Senhor abençoe todas as crianças e as proteja do maligno”. Amém!

Edson Oliveira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *