Como agir em tempos de provação

“Deus provou Abraão, e disse-lhe: ‘Abraão!’ ‘Eis-me aqui’, respondeu ele. Deus disse: ‘Toma teu filho, teu único filho a quem tanto amas, Isaac; e vai à terra de Moriá, onde tu o oferecerás em holocausto sobre um dos montes que eu te indicar’. No dia seguinte, pela manhã, Abraão selou o seu jumento. Tomou consigo dois servos e Isaac, seu filho, e, tendo cortado a lenha para o holocausto, partiu para o lugar que Deus lhe tinha indicado”. Gênesis 22, 1-3.

O texto acima mostra com clareza porque Abraão é chamado de “O pai da fé”. Deus lhe concedeu Isaac quando ele já tinha 100 anos e o prova pedindo que ele o ofereça em sacrifício e ele o faz: “Abraão tomou a lenha do holocausto e a pôs aos ombros de seu filho Isaac, levando ele mesmo nas mãos o fogo e a faca. E, enquanto os dois iam caminhando juntos, Isaac disse ao seu pai: ‘Meu pai!’ ‘Que há, meu filho?’ Isaac continuou: ‘Temos aqui o fogo e a lenha, mas onde está a ovelha para o holocausto? ‘Deus, respondeu-lhe Abraão, providenciará ele mesmo uma ovelha para o holocausto, meu filho’. E ambos, juntos, continuaram o seu caminho. Quando chegaram ao lugar indicado por Deus, Abraão edificou um altar; colocou nele a lenha, e amarrou Isaac, seu filho, e o pôs sobre o altar em cima da lenha. Depois, estendendo a mão, tomou a faca para imolar o seu filho. O anjo do Senhor, porém, gritou-lhe do céu: ‘Abraão! Abraão!’ ‘Eis-me aqui!’ ‘Não estendas a tua mão contra o menino, e não lhe faças nada. Agora eu sei que temes a Deus, pois não me recusaste teu próprio filho, teu filho único'”. Gênesis 22, 6-12

Abraão foi provado ao extremo. Mas o que é na prática uma provação? Na prática é uma “situação muito difícil ou excesso de sofrimento que testa a capacidade de superação de um indivíduo, sua fé religiosa, seus preceitos morais, suas convicções: cada um tem a provação que é capaz de superar”. Fonte: https://www.significados.com.br/?s=provação

Toda provação, assim como a provação vivida por Abraão, tem como objetivo o crescimento da pessoa, um recomeço; diferente da tentação, que tem como objetivo o fracasso, a destruição. Diante disso, compreendemos que a provação vem de Deus, pois Ele nos quer melhores e a tentação vem do maligno, que nos quer derrotados e piores.

Observe o que Deus fala a Abraão após ele ser firme e fiel diante da provação que passou: “Multiplicarei a tua posteridade como as estrelas do céu, e como a areia na praia do mar. Ela possuirá a porta dos teus inimigos, e todas as nações da terra desejarão ser benditas como ela, porque obedeceste à minha voz”. Genesis 22, 17-18

O professor Felipe Aquino diz que diante da provação não podemos ficar agitados, pois “uma alma agitada não consegue rezar, fica irritada, mal-humorada, triste, indelicada com os outros e acaba deprimida. O antídoto contra tudo isso é a humilde aceitação da vontade de Deus no exato momento em que algo desagradável nos ocorre, dando, de imediato, glória a Deus, como São Paulo ensina: ‘Em todas as circunstâncias dai graças, pois esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus’ (1Tes 5,16). É preciso fazer esse grande e difícil exercício de dar glória a Deus na adversidade. Nesses momentos, gosto de glorificar a Deus, rezar muitas vezes o ‘Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo’,  até que minha alma se acalme e se abandone aos cuidados do Senhor”. Fonte: https://formacao.cancaonova.com/espiritualidade/vida-de-oracao/como-enfrentar-as-provacoes/

Se você está sendo provado como foi Abraão, exercite o glorificar a Deus. Não resmungue, não fique mal humorado, não fale palavrões, não culpe pessoas. Lembre-se: Abraão aos 75 anos teve que partir da sua terra, deixar a vida confortável que tinha, amigos e família e ir para uma terra que não conhecia, além de tantas outras provações a culminar em ser levado a sacrificar seu único filho, que o teve aos 100 anos de idade; e mesmo assim, não há nenhum relato de reclamação ou mesmo de querer abandonar a Deus, nem tampouco, sentir-se injustiçado ou abandonado.

Toda provação é sinal de grandes Bênçãos que virão!

Edson Oliveira


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *