Sobre o que você tem pensado e conversado?

“Nesse mesmo dia, dois discípulos caminhavam para uma aldeia chamada Emaús, distante de Jerusalém sessenta estádios. Iam falando um com o outro de tudo o que se tinha passado. Enquanto iam conversando e discorrendo entre si, o mesmo Jesus aproximou-se deles e caminhava com eles. Mas os olhos estavam-lhes como que vendados e não o reconheceram“. Lucas 24, 13-16

Sob o peso da derrota, do fracasso e do sofrimento, dois discípulos de Jesus retornavam de Jerusalém após presenciarem a morte daquele que se tornara o sentido das suas vidas e que lhes prometera viver em um Reino, onde não teriam mais sofrimentos e tribulações. Nesta caminhada de 60 estádios (12 quilômetros), cegados que estavam pelo sofrimento, falavam e recordavam de tudo, menos das promessas que Jesus lhes fizera – Certamente, também choravam, se lamentavam e talvez, até arrependidos estavam de terem confiado naquele homem.

A tristeza por um sofrimento, pela morte de alguém, por um fracasso no casamento ou na vida profissional tem um poder destrutivo, se aquele (a) que a sente direciona para ela seus pensamentos e conversas; pois os olhos emocionais e espirituais cegam, impedindo a pessoa de avançar.

Edson Oliveira

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *