Você tem sido justo nas decisões?

O livro da Sabedoria atribuído a Salomão, inicia dando um conselho àqueles que a seu exemplo, tinham comando sobre o povo, dizendo-lhes: “Amai a justiça, vós que julgais (governais) a terra”. Sabedoria 1, 1

Mas, uma vez que todas as pessoas, a exemplo daqueles que exercem autoridade têm decisões a tomar, tal conselho cai de forma perfeita diante de todas as realidades, seja na empresa, em casa, na Igreja, nos diversos grupos onde nos inserimos.

Por “amar a justiça”, é preciso entender como a plena conformidade, ou seja, o pleno acordo da mente e do coração com a vontade de Deus. Qualquer decisão, por mais simples que seja, precisa ter o caráter de justiça – estar de acordo com a vontade de Deus. Isto deixará em paz quem a tomou e quem a recebeu, ainda que tal ato, venha com uma semente de sofrimento. Este, ainda que não bem compreendido no momento, produzirá frutos mais adiante.

Edson Oliveira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *