Você sabe o que é “trabalho santificado?”

Durante 15 anos fui missionário na Comunidade Canção Nova; e lá aprendi algo que carrego comigo até hoje: O trabalho santificado. O padre Jonas sempre afirmou que ser trabalhador, é estar “disposto a viver a lei do trabalho, a ganhar a vida com o suor do seu rosto”.

Encontrei esse texto no site da Canção Nova e quero dividir parte dele aqui no meu blog: “A espiritualidade do trabalho santificado nos diz que é na labuta do dia a dia que encontraremos as oportunidades criadas por Deus para nos santificar. Seja fazendo uma auditoria, varrendo o rincão, fazendo uma ronda policial, cozinhando para a família, consertando um carro ou escrevendo uma petição, Deus nos dá, em cada uma dessas situações, a graça para crescermos na perfeição.

Qual a solução para viver efetivamente o trabalho santificado? Viver o terceiro ponto destacado por Dom Rafael Cifuentes: trabalhar com amor. Não importa o que fazemos, mas quanto amor colocamos naquilo que fazemos. É por isso que não existe trabalho mais ou menos relevante. Fazer o pagamento de uma fatura de mais de um milhão de reais pode parecer aos homens uma tarefa mais importante do que fritar pastéis para vender ao povo de Deus num Acampamento de Oração. Para Deus, contudo, o que importa é o amor com que fazemos isso ou aquilo, essa ou aquela tarefa. Quer dar eficácia sobrenatural a tudo o que você fizer na sua vida, por mais simples que seu trabalho pareça? Pare de se preocupar com o que você faz e preocupe-se em colocar amor em tudo o que você faz.

Dom Rafael Cifuentes destaca algo desconcertante: Maria nunca fez nada de extraordinário. A única coisa extraordinária que aconteceu em sua vida – a Encarnação – não foi ela que fez, mas Deus. De resto, sua vida foi uma repetição monótona de trabalhos ordinários: Maria cozinhou, arrumou a casa, costurou, lavou roupas, ajudou José, colocou o pequeno Jesus para dormir, enfrentou o sol da Palestina para buscar água em algum poço, consertou sandálias e quem sabe mais o que uma mulher do seu tempo fazia no seu dia a dia. Ela soube fazer extraordinariamente bem as coisas ordinárias de cada dia, assim como também o fez São José”.

Fonte: https://formacao.cancaonova.com/atualidade/comportamento/espiritualidade-trabalho-santificado-tambem-e-para-voce/

Edson Oliveira

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.