Como se livrar das doenças espirituais?

Logo, quando falamos de doença, remetemo-nos a algo que não está bem, a algo que está em mau funcionamento, que foi lesado, infectado!

Quando falamos sobre realidades espirituais, logo falamos de uma ação superior à nossa, atuando em nós ou através de nós! No fundo, o que chamamos de realidade espiritual é a forma como iremos nos “ligar” a Deus. Portanto, uma doença espiritual é um tipo de “infecção”, um tipo de dissociação, de rompimento do nosso ser com o ser de Deus. Uma pessoa que se encontra espiritualmente doente é uma pessoa que se encontra fora do organismo espiritual divino, lugar este – e só este – que poderemos nos santificar e salvar.

Uma pessoa que se encontra doente espiritualmente, com sua alma distante da Luz verdadeira, é uma alma que está propensa a muitas outras doenças, e até mesmo à morte definitiva!

Uma doença espiritual está ligada diretamente a um estado da alma em pecado grave!

Cuidado com as tentações

Aqui, eu não quero fazer menção diretamente aos Pecados Capitais, conceituá-los e coisas do tipo, mas quero falar diretamente sobre os espíritos demoníacos que agem incitando esses pecados, porque, no fundo, existem milhares de espíritos malignos “especializados” em cada um desses pecados capitais, e que estão observando os nossos movimentos e esperando o momento certo para nos tentar e fazer cair.

A primeira coisa importante para a prevenção de uma doença espiritual é saber que ela se inicia no campo das tentações. Se tem início no campo das tentações, é preciso atenção e um certo tipo de autoconhecimento, porque a tentação em geral percorre um caminho dentro do nosso interior antes de se tornar realmente um pecado. Então, isso provém de uma atitude espiritual desperta!

A imaginação pode ser usada para causar doenças espirituais

A segunda realidade para a qual eu quero chamar a sua atenção, e ainda podemos dizer que é uma ação preventiva e não corretiva, diz respeito também às tentações, porém, agora, de forma mais clara para nós mesmos, pois atingem diretamente os nossos pensamentos e nossa imaginação.

A imaginação é um dom de Deus, e sabemos que ela nos ajuda até mesmo a rezar, porém, se adulterada pelo demônio, ela pode se tornar um grande instrumento de queda e de doença espiritual! Isso porque ela é capaz de mexer com as nossas paixões e deixá-las completamente desordenadas! Por meio da imaginação, sobrevém-nos tantas fantasias, que logo nos percebemos cheios de ódios, ciúmes, invejas, traições, vinganças e tantas coisas mais, porque demos vazão a nossa imaginação.

O demônio, com a força da imaginação e das paixões, é capaz de, como num furioso redemoinho, levantar a mais densa sujeira que já estava assentada em nosso interior, obscurecendo a nossa inteligência, a nossa capacidade de escolher livremente e, por consequência, fazendo-nos cair em pecado e nos deixando doentes espiritualmente.

A imaginação nos leva às piores ilusões, às piores maquinações e malícias funestas! A imaginação manipulada pelo demônio é capaz de “atrofiar a nossa alma”.

Vontade corrompida

A terceira realidade que quero destacar como doença espiritual é a nossa vontade. E isso está muito ligado à questão da nossa imaginação. Uma imaginação dominada pelo demônio logo fará com que a nossa vontade também esteja submetida ao Mal, e uma uma vontade submetida ao Mal não só é capaz de fazer mal a si, como de causar o mal a outras pessoas. Para ser ainda mais claro: uma vontade controlada pelo demônio adoece a sua própria alma, e também é princípio de “contágio” a outras almas.São essas as três realidades que eu gostaria que você tomasse nota e fizesse uma autoanálise de como espiritualmente você se encontra.

Fonte: portal cancaonova.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.