A blasfêmia ou pecado contra o Espírito Santo

“aquele que tiver blasfemado contra o Espírito Santo não alcançará perdão”. Lucas 12, 10.

A blasfêmia ou o pecado contra o Espírito Santo se constitui em a pessoa não se permitir reconhecer os seus próprios erros. O reconhecimento de que se estar errado e que precisa mudar, significa que ainda a pessoa não extrapolou os limites. Questionar se cometeu ou não um pecado grave, demonstra que a pessoa ainda tem sensibilidade espiritual. Mas não reconhecer os próprios erros e não permitir ser questionada por eles, significa que a pessoa se enveredou num caminho extremamente perigoso, difícil de encontrar uma saída. Sendo assim, é preciso como orienta o Catecismo da Igreja Católica, “implorar cada dia o Espírito Santo, especialmente no princípio e no fim de qualquer ação importante”. CIC 2670. Desta forma, o Espírito Santo nos dará sensibilidade espiritual e nos atrairá sempre para o caminho da verdade, ainda que por vezes, surjam caminhos “atrativos”.

Edson Oliveira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.